LECH-GEIC

Gerenciador de Ensino Individualizado por Computador

Wed Sep 04 09:49:20 BRT 2013

Aquisição de leitura recombinativa após treinos e testes de discriminações condicionais entre palavras ditadas e impressas

Mariana Kerches da Silva Leite, Maria Martha Costa Hübner

Este artigo apresenta um estudo que teve como objetivo investigar variáveis relevantes no processo da emergência do controle por unidades mínimas e, portanto, da leitura recombinativa, com cinco crianças pré-escolares. Utilizou-se o programa Equiv, em que foram ensinadas as relações entre palavra ditada e palavra impressa correspondente (AC). Em seguida, testou-se a leitura de novas palavras, formadas pela recombinação das unidades menores presentes nas palavras ensinadas previamente. O programa era constituído de vinte fases, que se dividiam em cinco tipos básicos de procedimentos: pré-teste, pré-treino, treinos, testes e pós-testes. Os dados demonstraram que três participantes apresentaram desempenhos próximos de 100% nos testes de leitura recombinativa, o que indicou transferência das funções discriminativas das unidades mínimas das palavras de treino para as novas palavras. Nos pós-testes, todos os participantes foram capazes de nomear palavras e sílabas, o que não ocorria anteriormente. Nos testes de equivalência realizados ao final do programa, os mesmos três participantes obtiveram desempenhos próximos de 100%, o que indica “leitura com compreensão”. Os resultados deste estudo indicaram que a ausência dos treinos das relações entre palavra ditada e figuras (AB) e dos testes de equivalência não impediram a emergência do controle por unidades mínimas, sugerindo um procedimento mais econômico para a obtenção da leitura recombinativa. Portanto, o ganho de se instalar o controle por unidades mínimas mais rapidamente suscita questões teóricas e sugere pesquisas futuras nessa direção.

This paper presents a study had aimed to investigate the relevant variables in the process of emergence of minimal unit control and recombinative reading, with five preschool children. Using Equiv software, relations between oral and printed word (AC) were taught; afterwards, textual behavior of novel words were tested, which were composed by minimal units of the words taught previously. The program consisted of twenty experimental phases, divided into four basic types: Pretest, Pre- training, Training and Post- Test. The results showed that three participants presented recombinative reading closer to 100% correct performances, indicating transfer of discriminative functions of the minimal units trained to new words. In Post-Tests, all participants developed repertoire of naming oral words and syllables that weren’t able to name before. In Equivalence Tests applied in the final phase, the same three participants obtained performance closer to 100%, indicating reading comprehension. The results of these study point that the absence of training relations between oral word and picture (AB) and Equivalence Tests, didn’t inhibit the emergence of control by minimal units, suggesting economy in the procedures of recombinative reading. Hence, the quicker installment of minimal verbal units control than previous studies generates theoretical questions and suggests future researches in this direction.

Leite, M.K, & Hübner, M.M.C. (2010). Aquisição de leitura recombinativa após treinos e testes de discriminações condicionais entre palavras ditadas e impressas. Revista de Psicologia: Teoria e Prática, 11, 63-81.

Download: 05-2226-7889-1-PB.pdf

Voltar Voltar
Logotipo do ECCE Logotipo do LINCE Logotipo do TIDIA-Ae logotipo bluedotsoft